Como conseguir empréstimo para minha empresa: Guia completo com dicas

Home > Cuide da sua empresa > Como conseguir empréstimo para minha empresa: Guia completo com dicas

Como conseguir empréstimo para a empresa é uma das principais dúvidas dos pequenos empreendedores brasileiros.

Afinal de contas, o crédito com taxas justas é uma das melhores maneiras de fazer um negócio crescer de forma sólida e robusta.

Se você está querendo montar um negócio próprio ou então expandir a sua empresa, nós mostramos tudo o que é necessário para conseguir um empréstimo neste artigo.

Como conseguir empréstimo para minha empresa?

Abaixo, nós mostramos como pedir empréstimos para cada tipo de negócio.

Salão de beleza

Para quem está pensando em montar um salão de beleza, ou então já possui um empreendimento deste tipo e precisa de recursos para expandir o negócio, a solicitação de um empréstimo pode ser uma boa saída.

As agências de fomento podem ser uma boa alternativa, pois oferecem condições mais favoráveis, com juros menores e prazo maior para pagamento.

Um exemplo de agência de fomento é o “Desenvolve SP – Banco do Empreendedor”, uma instituição financeira do Governo do Estado de São Paulo que oferece opções de financiamento para empresas.  

“Com prazos longos e as taxas de juros mais competitivas do mercado, o Desenvolve SP apoia o desenvolvimento das pequenas e médias empresas paulistas”, explica o site oficial.

Acesse a página do Desenvolve-SP para obter informações sobre empréstimos 

Se você mora em outro estado, verifique as agências de fomento que estão disponíveis na sua região.

Uma outra opção é buscar uma linha de crédito para pequenos empreendedores nos bancos tradicionais. Neste caso, é preciso ficar bem atento às condições como taxas de juros e tarifas que são cobradas.

Uma das principais opções de empréstimo para pequenos empreendedores é o microcrédito, que oferece pequenos valores a microempreendedores que muitas vezes não possuem acesso ao sistema financeiro tradicional. 

“Esse tipo de crédito é voltado ao financiamento das suas atividades produtivas, e o valor varia de acordo com o banco escolhido, mas é possível encontrar de R$ 300 até R$ 20 mil”, explica o Sebrae.

Lojas 

Assim como no caso dos salões de beleza, quem pretende abrir uma loja poderá fazer a solicitação de empréstimo nos bancos tradicionais ou então nas agências de fomento que atendem a região onde está localizado o empreendimento.

Para quem mora no Rio de Janeiro, a opção é a AgeRio – Agência Estadual de Fomento do Rio de Janeiro, que disponibiliza financiamentos para projetos de todos os portes, desde micro até grandes empresas.

Acesse a página do AgeRio para se informar sobre empréstimos para o seu negócio

Caso você more em outro estado, busque uma agência de fomento que atenda a sua região.

Esmalterias

Assim como qualquer outro negócio, uma esmalteria precisa de investimentos para aquisição de estoque, compra de móveis, contratação de pessoas, entre outras necessidades.

Para isso, o empreendedor pode solicitar crédito nos bancos tradicionais, que possuem linhas específicas para pessoas jurídicas e empresas de pequeno porte, ou então procurar a agência de fomento da sua região.

Nos tópicos anteriores nós citamos as agências de fomento de São Paulo e do Rio de Janeiro.

Mas outros estados também disponibilizam esse tipo de agência. No Rio Grande do Sul, a Bedesul Desenvolvimento é uma opção para empresas da região.

Acesse o site do Badesul e veja as condições para solicitar um empréstimo para o seu negócio

Se você morar em outro estado, busque uma agência de fomento que atenda a sua região. 

Uma esmalteria precisa de investimentos para aquisição de estoque, compra de móveis, contratação de pessoas, etc. (Mountainbeehive/Pixabay)

Empresa de construção civil

As empresas de construção civil precisam de bastante crédito para conseguirem financiar as suas operações.

Assim como outros tipos de negócios, a solicitação poderá ser feita nas agências de fomento ou então pelos bancos tradicionais.

A Caixa, por exemplo, possui uma linha de crédito específica para empreendedores imobiliários, chamada Plano Empresa da Construção Civil (PEC).

Para solicitar é necessário apresentar o projeto do empreendimento imobiliário em uma agência, que vai verificar a viabilidade da operação.

As empresas de construção civil normalmente precisam de bastante crédito para conseguirem financiar as suas operações. (cegoh/Pixbay)

Microempreendedores Individuais – MEIs 

Os Microempreendedores Individuais – MEIs possuem linhas de crédito específicas, que são disponibilizadas tanto pelas agências de fomento, quanto por bancos tradicionais ou fintechs de crédito.

O próprio BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) oferece uma linha de financiamento focada em microempreendedores, que oferece taxas e condições bem favoráveis.

Para solicitar essa linha de crédito do BNDES, basta acessar o site da instituição.

Empresas de Pequeno Porte

As empresas de pequeno porte podem fazer a solicitação de empréstimos por meio dos bancos, fintechs ou pelas agências de fomento.

O BNDES possui diversas linhas de crédito, algumas delas focadas em pequenas empresas. A solicitação pode ser efetuada pelo canal MPME, plataforma do BNDES que apresenta soluções financeiras para empreendedores.  

Passo a passo para conseguir seu empréstimo 

Se você é um pequeno empreendedor e está precisando de um empréstimo para acelerar o desenvolvimento da sua empresa ou então para iniciar um negócio, veja abaixo um passo a passo de como conseguir o crédito:

1. Comece pelo planejamento

Fazer um bom planejamento do negócio deve ser o primeiro passo para a solicitação de um empréstimo.

“Para alcançar um objetivo, é necessário organizar as ideias. Muitos novos empreendedores acabam passando por várias dificuldades, nos meses iniciais de abertura, por não planejarem corretamente”, explica o Sebrae.

Lembre-se de que você vai precisar apresentar um bom plano de negócios para que a instituição aprove o seu crédito. Por isso, deve focar nesse planejamento inicial e apresentar todas as principais informações do seu empreendimento.

“Com o plano de negócios, é possível avaliar a viabilidade de um empreendimento a partir da estratégia, do mercado, da gestão financeira, entre outros”, aponta o Sebrae.

Fazer um bom planejamento do negócio deve ser o primeiro passo para a solicitação de um empréstimo. (StartupStockPhotos/Pixabay)

2. Procure as opções disponíveis

Como mostramos ao longo deste artigo, os empréstimos para empresas podem ser solicitados tanto em bancos tradicionais, quanto em fintechs ou então em agências de fomento, como o BNDES – que atende todo o país – ou agências de cada estado ou região.

O ideal é que você busque as instituições que possuem linhas de crédito parecidas com as necessidades do seu negócio, para que tenha mais chances de aprovação do seu financiamento.

3. Análise os fatores de restrição

Existem alguns fatores que podem restringir a possibilidade da sua empresa ter o empréstimo aprovado. Veja os principais:

Existem alguns fatores que podem restringir a possibilidade da sua empresa ter o empréstimo aprovado. Veja os principais:

Capacidade de pagamento

A capacidade de pagamento é analisada por meio dos fluxos de caixa da empresa. Por isso, será necessário apresentar demonstrações financeiras detalhadas, mostrando que sua empresa possui condições de quitar o empréstimo.

Capital

A lucratividade e a rentabilidade da empresa também são analisadas pelas instituições que disponibilizam crédito. Caso a sua empresa esteja apresentando prejuízos continuamente, a aprovação do financiamento poderá ser mais difícil.

Caráter

As instituições analisam o histórico de empréstimos já solicitados pela empresa, além de consultar o CPF dos sócios em órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa.

Protestos em cartórios contra a empresa, sócios e avalistas também são analisados. Se houver restrições no CNPJ ou no CPF, as chances são menores de ter o financiamento liberado.

Garantias

Quanto maior for a quantidade e a qualidade das garantias disponibilizadas, mais chances de conseguir ter o empréstimo aprovado.

Plano de negócios

Empresas com pouco planejamento e sem bom plano de negócios possuem mais dificuldades de ter o empréstimo aprovado, pois as instituições credoras entendem que as chances de o negócio prosperar são menores.

4. Compare a melhor opção 

Existem diversas linhas de crédito disponíveis para pequenos e microempreendedores. Por isso, você deve consultar instituições diferentes, analisando todas as condições para a liberação do crédito, tais como:

·   Taxa de juros

·   Prazo de pagamento

·   CET – Custo Efetivo total

·   Necessidade de garantias

5. Análise se o valor cabe no seu bolso

Antes de fechar a contratação, faça simulações e analise se o valor cabe no seu bolso. Não adianta solicitar um empréstimo de valor alto se a sua empresa não tiver condições de arcar com as parcelas mensais do financiamento.

Por isso, faça sempre um bom planejamento e tenha um plano de negócios bem estruturado.

6. Faça a solicitação

Depois de seguir todos os passos, é hora de fazer a solicitação do crédito. Para isso, será necessário separar os principais documentos da empresa, assim como as garantias exigidas pela instituição.

Tenha todos os documentos na hora de fazer a solicitação, como contrato social, balanço patrimonial, entre outros documentos que o banco vai exigir.

Cuidados que você deve tomar

Como qualquer operação de crédito, é importante tomar alguns cuidados. Em primeiro lugar, verifique a idoneidade da instituição, fazendo pesquisas por todas as informações possíveis.

Quando tiver certeza de que está tratando com uma empresa idônea, atente-se para o site e cuidado com páginas “dublês”, que são muito parecidas com o dos bancos, mas na verdade são usados por fraudadores.

Por fim, lembre-se de que nenhum valor pode ser cobrado como “adiantamento” para a liberação de empréstimo. Se isso acontecer, trata-se de uma fraude.

Como conseguir as garantias do empréstimo?

A falta de garantias está entre os principais motivos de recusa do crédito e de frustração por parte dos empresários, segundo pesquisas realizadas pelo Sebrae e pela Febraban (Federação Brasileira dos Bancos).

Por isso, é fundamental ter garantias na hora de fazer um pedido de empréstimo para a sua empresa. Imóveis, veículos e outros bens poderão ser utilizados como garantias reais, por exemplo.

Caso a sua empresa não possua garantias reais, existem outras opções, chamadas de mecanismos de garantia complementar. Uma delas é o FAMPE, um fundo do Sebrae que tem a finalidade de complementar as garantias exigidas pelas instituições financeiras.

“O FAMPE vem suprir a dificuldade das pequenas empresas em apresentar garantias necessárias para obtenção de crédito. O Fundo de Aval serve como opção às garantias tradicionais exigidas na operação de crédito: imóveis, veículos, recebíveis, etc”, explica o Sebrae.

Outra opção de garantia complementar é o Fundo de Aval (FDA), operado pelo Desenvolve – SP, disponibilizado para microempreendedores individuais (MEIs), micro, pequenas e médias empresas. 

Qual o melhor banco para solicitar crédito empresarial?

Existem inúmeros bancos que disponibilizam linhas de crédito para empresas e não é possível ranquear apenas um como o melhor de todos. Isso vai depender das necessidades de cada empresa e das condições negociadas com a instituição financeira.

Por isso, é importante se atentar para todas as informações do contrato e comparar diferentes instituições antes de decidir pela solicitação de uma linha de crédito para o seu negócio.

O alt.bank está lançando uma solução de crédito perfeito para você. Queremos ajudar sua empresa com juros reais, sem asteriscos, você não vai precisar de garantia alguma e pode se aplicar o empréstimo mesmo que os valores estejam acima do seu poder aquisitivo ou esteja com restrições financeiras. Compare!

Conclusão

Conseguir um empréstimo pode ser fundamental para que o seu negócio se desenvolva. Mas antes de solicitar crédito nas instituições financeiras, é importante fazer um bom planejamento e desenvolver um plano de negócios.

Caso sua empresa não tenha garantias para apresentar à instituição, existem opções complementares que podem ser acionadas, como mostramos neste artigo.

Com um plano concluído e as garantias estabelecidas, o próximo passo é comparar as melhores opções e analisar todas as condições e taxas, para decidir pelo empréstimo mais vantajoso para o seu negócio.

Seguindo todos esses passos, ficará mais fácil conseguir o crédito necessário para desenvolver sua empresa e aumentar a sua lucratividade.

Com um plano concluído e as garantias estabelecidas, ficará mais fácil conseguir o crédito necessário para desenvolver sua empresa (RAEng_Publications/Pixabay)

Equipe alt.bank

Nosso time de especialistas está focado em criar conteúdos relevantes para te ajudar a ter mais autonomia financeira e promover um sistema financeiro mais justo no Brasil.

Deixe um comentário