Crediário: Saiba mais sobre a forma de crédito

Home > Tudo sobre crédito > Crediário: Saiba mais sobre a forma de crédito

O crediário é um financiamento para compras realizadas no comércio e pode ser feito com ou sem a cobrança de juros; veja as características desse tipo de crédito

Comprar no crediário é uma opção para muitas pessoas que não têm o valor à vista para adquirir algum produto.

Mas esse tipo de crédito deve ser usado com cautela para que você não se perca em dívidas e acabe com o nome sujo por falta de pagamento.

Para entender melhor como funciona o crediário, quais são as suas vantagens e desvantagens, preparamos esse artigo com tudo o que você precisa saber!

O que é crediário?

O crediário é um financiamento para compras realizadas no comércio. Quando você vai em uma loja e compra algum produto, poderá ter a opção de pagar parcelado por meio do crediário.

Neste caso, o vendedor faz os cálculos do valor de cada parcela acrescido dos juros (se houver) e esse valor é cobrado mensalmente, normalmente por meio de um cartão que a loja emite no nome do cliente ou então um carnê virtual, com boletos que vencem todo mês.

Antigamente, em vez de pagar o crediário no cartão, as lojas emitiam aquele famoso carnê físico. Era uma espécie de talão com várias folhas, cada uma com código de barras para o pagamento de uma parcela por mês. 

O crediário é um financiamento para compras realizadas no comércio, que pode ser com ou sem juros (Pixabay/stevepb)

Como o crediário funciona?

O crediário funciona como uma espécie de financiamento de um produto ou serviço, onde o cliente paga parcelas fixas mensais por algo que comprou.

Digamos que você vá em uma loja para comprar uma televisão que custa R$ 2.000 à vista. Como você não tem todo o dinheiro para pagar de uma vez, decide fazer a compra parcelada no crediário em 24 vezes de R$ 120.

Observe que neste exemplo o crediário foi feito com juros, já que no final dos 24 meses você terá pago R$ 2.880.

Qual a vantagem do crediário em relação a outras formas de crédito?

Antes de fazer uma compra e optar pelo pagamento via crediário, é importante analisar qual será o valor total e se haverá cobrança de juros.

Em muitos casos, a loja disponibiliza o parcelamento sem juros, o que pode ser a principal vantagem do crediário em relação a outras formas de crédito.

Desvantagens do crediário

Em algumas lojas, só é possível fazer crediário pagando juros sobre o valor de cada parcela. 

Neste caso, é melhor optar por outras formas de parcelamento que não tenham cobranças adicionais. Se você tiver cartão de crédito, por exemplo, muitas vezes consegue fazer o parcelamento sem juros, o que é mais vantajoso.

Outra desvantagem é que o crediário pode fazer com que você se perca no orçamento, acabe acumulando muitas dívidas e tendo dificuldade em realizar os pagamentos em dia.

Isso porque ele pode causar a falsa sensação de que você está gastando pouco, porque só olha para o valor mensal de cada parcela.

Por isso, é importante ter um bom controle de todas as compras que foram parceladas para evitar o atraso nos pagamentos e a cobrança de juros e multas, além da negativação do nome.

calculadora para calculo imposto de renda
Antes de decidir pelo crediário, verifique se há cobrança de juros (Pixabay/stevepb)

Com score baixo consigo abrir crediário?

Os critérios para a liberação do crediário dependem de cada loja. No entanto, praticamente todo comércio analisa dados do score de crédito para liberar o crediário.

Se sua pontuação estiver muito baixa, será difícil que a loja aprove o seu crédito. Afinal, essa é a nota que define que o cliente é um bom pagador e que ele oferece pouco risco de se tornar inadimplente.

Quando o score é baixo, as lojas costumam recusar a liberação do crediário porque a chance de o cliente não conseguir pagar é mais alta.

Qual o score mínimo para abrir crediário?

Como falamos anteriormente, cada loja tem seus próprios critérios para a liberação de crédito para os seus clientes.

A tabela de score é definida da seguinte maneira:

·   Até 300 pontos: alto risco de inadimplência

·   Entre 300 e 700: risco médio de inadimplência

·   Acima de 700: risco baixo de inadimplência

Se o seu score for menor do que 300 pontos, as chances de você conseguir abrir um crediário são bem pequenas, porque você oferece muito risco de inadimplência para a empresa.

Já se a sua pontuação estiver entre 300 e 700 pontos, você terá mais chances de ter o parcelamento aprovado.

Por fim, com score acima de 700 pontos, a possibilidade da loja liberar o crediário em seu nome é alta.

O que as lojas consultam para abrir crediário?

Antes de abrir um crediário, as lojas vão consultar seu CPF nos principais cadastros disponíveis, como SPC, Serasa e Quod para verificar se existe alguma restrição, ou seja, se você está com o nome sujo.

Além disso, a pontuação do seu score nestes birôs de crédito também será analisada. Se você tiver o nome limpo e um score alto, suas chances de ter o crediário aprovado são bem maiores.

As lojas também podem consultar os cartórios de protesto, para saber se há alguma dívida protestada em seu nome.

Como abrir crediario online?

Para abrir um crediário online é preciso que a loja ofereça essa possibilidade. No entanto,  até o momento, nenhuma das grandes redes de varejo consultadas para produção deste artigo disponibilizam a opção de abrir um crediário online.

Isso porque é necessário que o cliente entregue uma série de documentos para ter o crédito aprovado, como comprovante de renda, comprovante de endereço, além das cópias de documentos de identificação.

Portanto, se você quiser fazer o crediário em uma loja terá que comparecer no estabelecimento para solicitar esse tipo de parcelamento.

Mitos e verdades sobre crediário

1. Crediário não cobra juros: mito

O crediário pode ser feito com ou sem juros, vai depender de como a loja disponibiliza esse tipo de parcelamento.

2. Nome sujo dificulta abertura de crediário: verdade

O crediário é uma forma de crédito, portanto, a loja vai consultar se o seu nome está limpo antes de liberar o parcelamento. Se estiver com o nome negativado, as chances de ser aprovado são pequenas.

3. Só posso ter crediário se tiver conta em banco: mito

O crediário pode ser pago via boleto ou então com o cartão emitido pela própria loja. Portanto, você não precisa necessariamente ter conta em banco para fazer crediário.

4. Posso abrir vários crediários em uma mesma loja: verdade

Não existe uma regra sobre a quantidade de crediário que cada cliente pode ter em cada loja. Mas é importante tomar cuidado para não se endividar muito e deixar de pagar as parcelas.

5. A loja pode estabelecer um limite para cada cliente: verdade

Como em qualquer tipo de crédito, o valor que você poderá utilizar no crediário depende de uma série de fatores, como sua renda e seu score de crédito. Quanto melhor for o seu perfil de crédito, maior deverá ser o seu limite no crediário.

 6. Pessoas menores de 18 anos podem fazer crediário: verdade

O crediário pode ser feito a partir dos 16 anos, desde que o jovem esteja acompanhado dos pais ou responsáveis legais na hora da compra.

7. Ter um score baixo pode impossibilitar o crediário: verdade

O score é consultado pelo estabelecimento e se o cliente tiver uma pontuação baixa a liberação do crédito pode ser recusada.

8. Se não pagar alguma parcela do crediário meu nome fica sujo: verdade

Esta é uma dívida como qualquer outra e se você atrasar o pagamento a empresa poderá solicitar a inclusão do seu CPF no cadastro de devedores.

Conclusão

O crediário é uma opção de pagamento que pode oferecer vantagens se for usado da maneira correta e com cautela.

Antes de optar por esse tipo de parcelamento, verifique o valor das parcelas e prefira as lojas  que oferecem parcelamento sem juros.

Além disso, tenha muito cuidado com o número de parcelas e a quantidade de compras que possui em aberto. Caso contrário, você pode acabar se perdendo no pagamento e tendo dificuldades em arcar com todos os débitos.

Por fim, é muito importante que você se organize, anote tudo que comprou parcelado e nunca ultrapasse o seu orçamento.  

É muito importante que você se organize, anote tudo que comprou parcelado e nunca ultrapasse o seu orçamento (Pixabay/Shutterbug75)

Equipe alt.bank

Nosso time de especialistas está focado em criar conteúdos relevantes para te ajudar a ter mais autonomia financeira e promover um sistema financeiro mais justo no Brasil.

Deixe um comentário