Tem como investir com cartão de crédito? Tudo o que você precisa saber

Home > Tudo sobre crédito > Tem como investir com cartão de crédito? Tudo o que você precisa saber

Pode parecer um sonho conseguir uma renda extra com o cartão de crédito, considerado uma das principais pedras no sapato do orçamento doméstico. 

O que vamos te apresentar neste artigo, no entanto, está bem longe de ser só coisa do mundo da fantasia: investir com cartão não somente já é uma realidade, como atrai cada vez mais consumidores interessados no mundo das finanças pessoais. 

Vamos contextualizar, numericamente, o poder que o cartão tem no mercado brasileiro: somente entre janeiro e junho de 2021 consumidores movimentaram aproximadamente R$ 352 milhões em operações com cartão de crédito. 

A maior parte do público é levada ao cartão pelo potencial de compra – 30% dos brasileiros gostam do serviço porque facilita o pagamento a prazo, segundo pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). 

Imagine, então, a vantagem de atrelar a usabilidade e a portabilidade do serviço – a um dinheirinho extra. É isso que vamos apresentar nas próximas linhas.

Já separa o caderninho para anotar dicas e boa leitura!

O que significa investir?

Antes de avançar na leitura é preciso entender o conceito de investimento. O que significa, então, investir em algo

Algo para salvar no coração: investir dinheiro é empregar um determinado valor em aplicações que rendam juros ou outra forma de retorno financeiro, seja através da remuneração ou da correção de valores. 

Existem diversas modalidades de investimento, que podem estar ligados à esfera pública e à esfera privada  – você, inclusive, já deve ter ouvido falar de alguma delas: tesouro direto, fundos de investimento, criptomoedas, ações… 

Por ora, vamos focar nos investimentos privados – especificamente o CDB. Aposto que já encontrou essa sigla por aí em algum lugar! 

Nada muito complicado: o CDB é uma redução do termo Certificado de Depósito Bancário. Ele é um título cedido por bancos e instituições financeiras para seus investidores. 

Imagine que ele é um papel formalizando que você emprestou dinheiro a um banco (sim! olha que curioso!). Com o CDB, a instituição financeira deve retornar para o aplicante o valor emprestado com correção baseada na taxa de juros. 

Entendeu a lógica? Então, segura essa informação para que a discussão possa avançar! 

É possível investir com cartão de crédito?

Vamos direto ao ponto – é, sim, mas a modalidade de investimentos é um pouco diferente do que estamos acostumados. 

Algumas instituições financeiras – principalmente fintechs – voltaram os olhos para o investimento com cartão recentemente. Uma parte delas utiliza o CDB (lembra dele?) para realizar a aplicação, mas algumas também disponibilizam outras opções, como Tesouro Direto.

De qualquer forma, o resultado vem na fatura do seu cartão. Funciona assim: para ter acesso ao investimento é preciso apostar em um produto da empresa. Verifique com a sua instituição financeira as modalidades disponíveis. 

É importante entender os tipos de investimentos disponíveis para escolher a melhor opção

Como transformar gastos no cartão em investimentos?

A maneira como o cartão é usado como investimento muda de banco para banco. Aqui é preciso ler a letra miúda e ficar atento às condições de cada serviço. Lembre-se de tirar todas as dúvidas com a instituição financeira para não meter o pé pelas mãos. 

CDB no cartão e Limite investido 

O valor aplicado é convertido em limite de cartão de crédito e rende de acordo com o CDB. Aplicou R$ 100? O limite do cartão também aumenta R$ 10 – e é a partir desse valor extra que será aplicada a renda! 

Pode até parecer similar a um pré-pago, mas a lógica é outra. A diferença está em como esse dinheiro é usado. Caso o cliente gaste o limite investido em compras no cartão de crédito, o banco “prende” o valor e reduz o investimento.  

Algumas instituições financeiras não limitam o valor de investimento com o cartão, mas caso o pagamento não esteja em dia, o dinheiro aplicado fica salvo para que a instituição não saia no prejuízo. 

De qualquer forma, é uma boa opção para quem está com o crédito negativado e busca recuperar a autoestima financeira. De quebra, ainda dá para descolar uma grana.

Cashback em investimento

Outros grupos financeiros optaram por apostar no queridinho dos brasileiros: o cashback. O funcionamento é bem simples. No lugar de receber de volta parte do valor gasto direto na sua conta, a quantia vira investimentos. Legal, né?

Usar o limite investido é interessante para quem está com o cartão negativado

Outras maneiras de ganhar dinheiro usando o cartão de crédito

Já que o assunto é renda extra, nada melhor do que mais algumas dicas de como complementar o orçamento no fim do mês. 

Cashback

Já falamos dele por aqui:  cashback se tornou um dos serviços mais procurados por clientes na hora de escolher o cartão de crédito. Isso porque ele retorna parte do valor gasto para a conta do consumidor. Só presta atenção em como esse valor será retornado, hein? 

Cartão sem anuidade

Esta dica é mais voltada para quem deseja fugir de cobranças desnecessárias no cartão. O cartão sem anuidade funciona como os cartões comuns – a diferença é que você está no controle das suas despesas e não precisa pagar a mais pelo gerenciamento do serviço. Já falamos sobre ele aqui no blog: a vantagem está em gastar menos ao fim do mês. 

Aproveite programas de benefícios

A maioria das instituições financeiras oferecem serviços adicionais para os clientes. Procure as empresas com programas de descontos ou retirada de prêmios. 

O alt.bank, por exemplo, possui uma série de parceiros que oferecem preços mais baixos para quem está com o amarelinho em mãos. 

Cartão de crédito alt.bank: Em breve para você

O alt.bank também estará disponível na opção de crédito para você. 

Nada de taxas escondidas, nem descartar pessoas de primeira só porque está com o nome sujo! Nossos produtos de crédito acreditam em um modelo novo de relação – nosso objetivo é te ajudar em vez de prejudicar. 

Esperamos disponibilizar o cartão em breve. Por enquanto, você já pode se cadastrar em nossa lista de espera para ser avisado antes de todo mundo. Não perca tempo, cadastre-se agora! Para encerrar, uma dica: quem já é cliente amarelinho terá prioridade na lista de espera. 

Por isso, se você ainda não tem conta com a gente, pode ser uma boa ideia abrir agora e ter acesso ao nosso cartão de crédito antes de todo mundo.

Conclusão 

Espero que o artigo tenha ajudado você a entender melhor sobre o mundo dos investimentos e como ligá-lo ao mercado de cartões. 

Apesar de ser possível investir com o cartão de crédito, seja pelo CDB ou por outros rendimentos, o melhor caminho é sempre tirar todas as dúvidas sobre os serviços com a sua instituição financeira de preferência. 

Equipe alt.bank

Nosso time de especialistas está focado em criar conteúdos relevantes para te ajudar a ter mais autonomia financeira e promover um sistema financeiro mais justo no Brasil.

Deixe um comentário