O que é e como funciona o SCPC, SPC e Serasa

Home > Tudo sobre crédito > O que é e como funciona o SCPC, SPC e Serasa

Entenda como funcionam os principais órgãos de proteção ao crédito e aprenda a consultar seu CPF.

Introdução

Serasa, SPC ou SCPC. Com certeza você já ouviu falar nestes órgãos de proteção ao crédito, mas será que todos eles possuem a mesma função?

Quando as dívidas saem do controle e o cliente deixa de efetuar os pagamentos, uma das consequências é a negativação do seu nome nestes cadastros de inadimplentes.

Para você entender melhor como funciona cada um deles, preparamos este artigo com as principais informações.

O que é e como funciona o Serasa?

A Serasa é um birô de crédito que possui um banco de dados com o registro de pessoas com dívidas vencidas. Seu cadastro reúne informações de milhões de pessoas que são enviadas por lojas, bancos e financeiras.

Isso quer dizer que se o consumidor deixa de realizar um pagamento e a empresa tem contrato com a Serasa, seu nome passa a figurar no cadastro de inadimplentes deste órgão.

O birô foi criado em 1968 e desde 2007 faz parte do grupo Experian. De acordo com o site oficial da Serasa, mais de 500 mil clientes fazem uma média de 6 milhões de consultas diárias em seu banco de dados.

O que é e como funciona o SPC?  

Assim como a Serasa, o SPC Brasil é uma empresa que disponibiliza informações para auxiliar as empresas na concessão de crédito.

O órgão é vinculado à Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Por isso, boa parte do seu banco de dados é alimentado pelos lojistas credenciados e pelas associações comerciais de cada estado.

Mas isso não quer dizer que ele seja exclusivo para este tipo de empresa, já que indústrias, empresas de serviços e do mercado financeiro também atualizam o banco de dados do SPC com informações sobre clientes inadimplentes.

O que é e como funciona o SCPC? 

O SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) também funciona como um cadastro de clientes inadimplentes, com objetivo de auxiliar as empresas em suas operações de crédito e promover mais segurança nas transações comerciais.

“Caso o consumidor esqueça ou não consiga pagar uma conta no prazo, ele recebe uma carta do SCPC solicitando a regularização da dívida, a pedido da empresa credora. Após o pagamento, a própria empresa solicitará a exclusão do nome do cliente”, explica o órgão.

Quais as principais diferenças entre birôs de crédito? 

Os birôs de crédito possuem poucas diferenças entre si. Todos eles têm um banco de dados com o registro de pessoas com dívidas vencidas que ficam disponíveis para as empresas que contratarem seus serviços.

Por exemplo: um varejista contrata o serviço do SPC e sempre que algum cliente abre cadastro na sua loja para fazer uma compra com parcelamento próprio, ele acessa o banco de dados.

Se o nome do cliente estiver no sistema, ele  ficará impedido de realizar novas operações que envolvam crédito. 

Que informações são fornecidas por SCPC, SPC e Serasa?

Tanto o SCPC, quanto o SPC e a Serasa disponibilizam informações sobre consumidores com o CPF negativado.

Além disso, todos esses órgãos também fornecem o score de crédito, que é uma nota que vai de zero até 1.000 e serve para avaliar o perfil financeiro dos consumidores, indicando a sua probabilidade de atrasar ou deixar de pagar alguma conta. 

Principais dúvidas sobre os serviços de proteção de crédito

Como consultar seu nome nos birôs? Quanto tempo o CPF fica sujo? Qual é o órgão mais importante? Dúvidas como essas sobre os serviços de proteção ao crédito são bastante comuns. Veja as respostas para as principais questões.

Quando o nome está no SPC também está no Serasa e outros órgãos?

Não necessariamente. Cada birô de crédito funciona de maneira independente e possui um banco de dados abastecido por empresas dos mais diversos setores, como bancos, comércio varejista e serviços.

Se a empresa onde você está com uma dívida tiver contrato apenas com um dos birôs de crédito, você só ficará com o nome negativado neste órgão.

Por exemplo: imagine que Maria tenha comprado uma geladeira parcelada em 12 vezes na loja XPTO, mas quitou apenas uma parcela e depois não conseguiu mais continuar com os pagamentos.

A loja possuía contrato apenas com o SPC e solicitou a inclusão do nome de Maria no banco de dados deste órgão de proteção ao crédito.

Isso quer dizer que o nome dela será negativado apenas no SPC. Na Serasa e no SCPC não haverá negativação.

Qual é o órgão mais importante?

Não há como classificar um órgão como mais importante do que os outros. Os três possuem basicamente as mesmas funções e inúmeras instituições e associações consultam os bancos de dados de cada um deles diariamente. 

Como consultar meu nome?

Para consultar se o seu nome está incluído em algum dos órgãos de proteção ao crédito é necessário acessar o site de cada um.

Veja abaixo os endereços:

  • Serasa;

Caso você ainda não tenha cadastro, é preciso informar alguns dados pessoais para conseguir entrar na área logada e verificar se o seu CPF está negativado. 

Para consultar se o seu nome está negativado é necessário acessar o site dos birôs. (Photo by John Schnobrich on Unsplash)

Com quanto tempo o nome sai do SCPC, SPC e Serasa?

Depois que o cliente faz o pagamento de uma dívida negativada, a empresa tem um prazo de até cinco dias úteis para retirar o seu nome do cadastro de inadimplentes.

Caso isso não aconteça dentro desse prazo, ele deve entrar em contato com a empresa para verificar o que houve.

Se o contato não resolver, o consumidor pode tomar medidas legais, acionando o Procon da sua cidade, por exemplo.

Como conseguir empréstimo estando negativo?

Os critérios para concessão de empréstimos dependem de cada instituição financeira. A maioria dos bancos e financeiras não fazem empréstimos para pessoas que estão com nome sujo, mas pode haver exceções. 

Para encontrar bancos e financeiras que façam empréstimos para negativados é necessário fazer uma boa pesquisa. 

Mas lembre-se: procure sempre por instituições idôneas e autorizadas a funcionar pelo Banco Central e fique muito atento às taxas de juros, que costumam ser bem mais altas nestes casos.

Por quanto tempo meu nome pode ficar sujo?

Caso o consumidor não faça o pagamento do débito, seu nome permanece negativado por no máximo cinco anos. Após este período, o CPF deve ser automaticamente retirado do cadastro de inadimplentes.

No entanto, isso não elimina a dívida, que pode inclusive ser cobrada judicialmente.

Existem golpes ligados ao SCPC, SPC e Serasa?

Sim, existem golpistas que utilizam o nome dos birôs de crédito para realizar fraudes e solicitar pagamentos de débitos que algumas vezes nem existem. Por isso é preciso tomar muito cuidado com telefonemas e e-mails que você recebe com esse tipo de informação.

Para ter certeza de que você realmente possui uma dívida em aberto, entre no site dos birôs de crédito e acesse o seu cadastro na área logada, utilizando seu CPF e senha. 

Conclusão

Como você pode perceber, tanto o SCPC, quanto o SPC e a Serasa possuem funções parecidas e seus bancos de dados são independentes uns dos outros.

Isso quer dizer que se você tiver o nome negativado em qualquer um desses três birôs de crédito terá dificuldades em realizar algumas compras ou operações de empréstimos e financiamentos.No final, a principal mensagem é: se você está com o nome sujo em um dos três, é importante tentar regularizar a situação o quanto antes para voltar a ter acesso ao crédito e às compras parceladas sempre que precisar.

Se seu nome estiver sujo em qualquer um dos três birôs, tente regularizar a situação o quanto antes para voltar a ter acesso ao crédito (Imagem de mohamed Hassan por Pixabay)

Equipe alt.bank

Nosso time de especialistas está focado em criar conteúdos relevantes para te ajudar a ter mais autonomia financeira e promover um sistema financeiro mais justo no Brasil.

Deixe um comentário